1 de abril de 2016

Break The Rules - 2

"Ele mente, ele finge, não é confiável. Ele é um idiota com uma arma"

Sarah: O que faz aqui?

Ele tirou o cigarro da boca assoprando fumaça, o jogou no chão, pisando nele em seguida

Justin: Te esperando - Deu de ombros -
Sarah: Isso é alguma piada?
Justin: Não. Ontem você escapou de mim, mas hoje não vai
Sarah: Aconteceu um assassinato aqui ontem, sabia?
Justin: Esta me acusando de algo? - Me encarou sério -
Sarah: Só estou dizendo que é muita coincidência você estar aqui bem no dia de um assassinato
Justin: Você também estava

É, ele estava certo. E se ele não havia feito nada contra mim, porque faria com outra garota? Não fazia sentido algum

Sarah: Tem razão, me desculpe, não queria te acusar de nada, eu só estou assustada com tudo isso
Justin: Assustada? - Me olhou com um olhar divertido -
Sarah: Sim, afinal, tem um serial killer solto por ai
Justin: Eu posso te levar embora se quiser
Sarah: Não precisa, o ônibus ja vai chegar
Justin: Da última vez que te deixei sozinha, no outro dia uma pessoa foi achada morta, quer mesmo ir embora sozinha? E podemos passar no posto e comprar algo para você comer

Eu estava morrendo de fome, e não estava com a mínima vontade de pegar o ônibus e ainda andar mais um pouco até em casa

Sarah: Pode ser

(...)

Mordi um pedaço da coxinha de frango, Justin olhava para frente concentrado enquanto dirigia

Sarah: Sabe, até agora você não me disse nada sobre você
Justin: Como não? Você sabe meu nome, é mais informação do que qualquer pessoa ja teve
Sarah: O nome não basta, quero saber sua idade, no que trabalha, onde mora...
Justin: Tenho 21 anos, não trabalho e o meu endereço ja é demais - Me olhou com um sorriso de lado -
Sarah: Você é rico?
Justin: Meus pais eram ricos, e quando morreram a herança ficou para mim
Sarah: Sinto muito sobre seus pais - Murmurei - Deve ter sido difícil
Justin: Foi, mas ja superei

Olhei para o porta luvas do carro e fui abri-lo, Justin puxou meu braço bruscamente

Justin: Nunca abra meu porta luvas - Disse friamente -
Sarah: O quem tem ai que eu não possa ver?
Justin: Acredite, não vai querer saber

O olhei assustada por sua reação, e virei o rosto para a janela. Passou alguns minutos e ele parou o carro em frente a minha casa. Desci do carro rapidamente e agradeci a carona indo até a porta da minha casa. Ouvi a porta do carro ser fechada e passos atrás de mim

Justin: Sarah - Puxou meu braço - Foi mal, eu fui grosseiro com você
Sarah: Foi mesmo - Disse brava -
Justin: Eu só não gosto que mexam nas minhas coisas, ta bom?
Sarah: - Suspirei - Okay
Justin: Até amanha

Ele segurou meu rosto, beijou minha testa delicadamente e se virou indo em direção ao carro. A porta se abriu e levei um susto ao ver Jéssica sorrindo

Jéssica: Creio que esse seja o gato misterioso - Cruzou os braços -
Sarah: É ele mesmo - Passei por ela -
Jéssica: Ótima escolha - Trancou a porta - Aquele é um pedaço de mau caminho, se eu fosse você não perderia tempo e ja daria para ele rapidinho
Sarah: O que? Eu nem conheço ele direito - Disse chocada -
Jéssica: E dai? Hoje em dia não precisa conhecer a pessoa para transar
Sarah: Você é uma vadia
Jéssica: Obrigada - Piscou para mim -

(...)

Leslie: Não estou entendendo nada - Fez careta -

Estávamos revisando o que iria cair na prova, e realmente não estava nada fácil. Bufei empurrando o livro de mais de 400 páginas

Sarah: Cansei
Leslie: Que tal irmos dar uma volta?
Sarah: Pode ser, tem um parque aqui perto
Leslie: Perfeito

Guardamos nosso material e saímos para o parque, ficava apenas 2 quadras da minha casa. Fomos até uma barraquinha e compramos algodão doce

Leslie: Meu Deus, olha que gato
Sarah: Onde? - Olhei para onde ela apontava -

Ele estava de costas, não dava para ver seu rosto, mas eu sentia que conhecia ele

Sarah: Não da para ver, esta de costas
Leslie: Só por essa bunda ja da para saber que ele é um gato
Sarah: E ele é bem estiloso
Leslie: Vira pra cá delicia - Murmurou -

Como se tivesse ouvido o que Leslie disse, ele se virou para nós, arregalei os olhos ao ver que era Justin e me virei de costas antes que ele me visse

Leslie: Caramba, ele é mais gostoso do que eu pensava. Da onde saiu essa delícia?
Sarah: Vamos na casa assombrada?
Leslie: Eu sei que não vou ver esse pedaço de mal caminho de novo, então vou ficar bem aqui o encarando enquanto posso
Sarah: Leslie, vamos...
Leslie: - Me interrompeu - Ai meu Deus, ele esta vindo pra cá
Sarah: O que? - Perguntei assustada -

Ele não iria me reconhecer, tenho certeza que ele vai passar reto, afinal, ele nem me viu e eu estou virada de costas. Eu não queria falar com Justin, ele me dava um pouco de medo. Ouvi uma voz rouca dizer meu nome, me virei vendo Justin me olhando

Sarah: Oi Justin
Leslie: Vocês se conhecem? - Perguntou sem acreditar -
Sarah: Sim, Justin essa é a minha amiga Leslie - Apontei para Leslie que sorria -
Justin: Oi, Leslie. Tudo bem? - A abraçou -
Leslie: Melhor agora - Se afastou o olhando de forma sexy -
Sarah: Não sabia que gostava de ir em parques - Disse mudando de assuntos -
Justin: Tem muitas coisas sobre mim que você não sabe

Continua com 5 comentários...

Oi amoras. Estou muito feliz que chegaram leitoras novas no Blog, e que retornaram as leitoras antigas. Espero que vocês estejam gostando dessa mini IB. Até o próximo capítulo. Bjos

7 comentários:

  1. Hmmmmmmmmmmm aí como amo esse justinnnnnn. Posta logo ta vadia. Beijo em seu enorme core. Hahahhahahah
    Nina.G

    ResponderExcluir
  2. Pequeno mas ameii �� cnt logo

    ResponderExcluir
  3. Continua logo
    -Deéh

    ResponderExcluir
  4. Não sei se ficaria com medo ou se agarraria hahah

    ResponderExcluir
  5. Não sei se ficaria com medo ou se agarraria ele hahaha continua

    ResponderExcluir

Oi, não deixe de comentar, seu comentário é muito importante, ele faz com que eu continue postando. Se comentar em anônimo não esqueça de deixar seu nome no final, obrigada. Até o próximo capítulo!