26 de outubro de 2016

Love Me Like You Do - 4

"Você é o medo, eu não ligo. Pois eu nunca estive tão extasiada"

Mia: Ele é doido? - Perguntou pegando seu sorvete de chocolate -
Liv: Eu vou querer um de creme - Pedi ao sorveteiro - Naquele momento parecia

O sorveteiro do shopping me entregou o sorvete, paguei e comecei a caminhar com Mia pelo Shopping

Mia: Mais eu não entendi porque ele esta agindo desse jeito, ele nunca nem te olhou
Liv: Eu estou começando a achar que ele me percebia todo esse tempo, só não demonstrou
Mia: Porque ele faria isso? Se vocês dois se gostam deviam estar juntos
Liv: Eu também acho a mesma coisa

Vi Justin andando na minha direção e revirei os olhos, eu gostava dele, mais estava furiosa pelo jeito que ele me tratava na frente dos amigos dele

Mia: Vamos ver como ele vai agir
Liv: Com certeza vai começar a pedir desculpas que nem um doido - Murmurei -

Ele passou ao meu lado e nem fez questão de me olhar, ou cumprimentar, fiquei chocada. Ele passou ao meu lado como se eu fosse uma completa estranha

Mia: Amiga, tem certeza de que tudo que você me disse aconteceu mesmo? Porque ele nem te olhou
Liv: Qual é o problema dele?
Mia: Como assim? Ele sempre agiu assim com você
Liv: Não, você não esta entendendo. Quando estamos sozinhos ele é super legal comigo, mais quando tem alguém por perto ele me trata como uma ninguém
Mia: Acho que eu ja entendi o que esta acontecendo aqui
Liv: O que?
Mia: Ele não quer que ninguém descubra sobre vocês
Liv: Porque? - Ela desviou o olhar - Fala Mia!
Mia: Porque você é a nerd do colégio, e ele o popular, tem noção de como ele seria zoado por causa disso?
Liv: Eu ja entendi tudo, eu não sou boa o bastante para ele. Tudo bem
Mia: Liv, não é isso, é só...
Liv: Não, é exatamente isso - Disse com a voz alterada - Eu vou embora, quero ficar sozinha

Sai, deixando Mia para trás. Como eu fui tão burra em não ter percebido tudo isso? É claro que ele não iria deixar de ser o rei do colégio para poder ficar comigo

(...)

No dia seguinte tive que ir para escola a pé, meu carro estava sem gasolina e Mia iria faltar hoje. Ouvi uma buzina ao meu lado e dei um pulo, era Justin. Ele desceu o vidro, continuei andando ignorando sua presença

Justin: Quer uma carona?
Liv: Não
Justin: Para de birra, entra no carro
Liv: Não quero, agora ja pode ir antes que alguém te veja comigo
Justin: O que disse?
Liv: Isso mesmo que você ouviu - Parei de andar e o olhei dentro do carro - Eu ja sei qual é a sua
Justin: E qual é?
Liv: Você quer ficar comigo contanto que ninguém do colégio saiba, porque você não quer manchar sua reputação de bad boy sendo visto com a nerd esquisita, não é isso? - Ele não respondeu - Idiota
Justin: Entra no carro, vamos conversar
Liv: Eu ja disse que não! - Gritei irritada -

Ele desceu do carro, o olhei confusa e me arrependi por não ter corrido quando ele me jogou no ombro, comecei a gritar e a bater em suas costas. Ele rodeou o carro, me jogou no banco do carona, e prendeu meu cinto de segurança, antes que eu pudesse me soltar e sair do carro, ele se sentou no banco do motorista rapidamente e travou o carro

Liv; Deixa eu sair - Disse tentando abrir a porta e batendo no vidro -
Justin: Só depois que conversarmos
Liv: Isso é sequestro sabia?
Justin; Foda-se
Liv: Idiota - Cruzei os braços irritada -

(...)

Depois de um tempo ele estacionou o carro na garagem de sua casa, desci do carro batendo a porta com força

Justin; Bate mais forte, não conseguiu quebrar ainda - Disse irônico -
Liv: O que estamos fazendo aqui? Era para estarmos no colégio
Justin: O colégio pode esperar, precisamos conversar
Liv: Não acredito que sou afim disso - Murmurei -
Justin; O que?
Liv: Nada

Ele abriu a porta da sua casa, e entramos, ele apontou para o sofá, mais resolvi ficar em pé mesmo

Liv: Prefiro ficar em pé, não vou ficar aqui muito tempo mesmo. Sobre o que quer conversar?
Justin; Quem te disse que eu quero ficar com você, mais não fico por causa da minha reputação?
Liv: Bom, isso esta óbvio
Justin: Você tem que entender que a minha reputação é tudo para mim, eu não tenho mais nada, meus pais moram em outra cidade, são separados e nem se importam comigo. Ser o rei do colégio, ter garotas correndo atrás de mim, vários amigos é tudo que eu tenho
Liv: Justin, você não precisa me dar explicações, não somos nada um do outro e pelo jeito nunca vamos ser
Justin: Eu sei, mais eu não queria isso, eu quero mais

Meu coração começou a bater forte no peito. Eu também queria mais, eu sempre sonhei com mais, ser apenas colega de sala dele, e vê-lo todo dia, era muito pouco para mim

Liv: Quer mais? - Perguntei com a voz trêmula -
Justin: Sim. Quero poder andar de mãos dadas com você no colégio, poder te beijar, te tocar, estar perto de você mesmo quando não ter nada para dizer, e quando alguém me perguntar o que você é minha eu dizer com orgulho que você é a minha namorada

Me segurei para não gritar ao ouvir aquilo. Mais isso não podia ser real, porque ele se interessaria por mim? Isso só podia ser uma piada, ou uma aposta igual aqueles filmes adolescentes, eu tinha que sair dali, isso sim. Dei um passo para trás

Liv: É melhor eu ir embora, eu nem devia estar aqui

Fui em direção a porta, coloquei a mão na maçaneta, e me assustei quando Justin colocou sua mão por cima do meu ombro segurando a porta. Senti sua respiração na minha nuca, a fechei os olhos, eu estava tão nervosa naquele momento

Justin: Por favor, fica
Liv: Eu não vou ficar para ouvir você dizer um monte de mentiras para mim e quando conseguir algo comigo, sair espalhando para o colégio como se eu fosse apenas mais uma para você

Ele colocou a mão no meu quadril, e me virou de frente para ele me prensando contra a porta, olhei nos seus olhos, ele colocou a mão em meu rosto e alisou com o polegar

Justin: Você nunca foi e nunca será apenas mais uma para mim
Liv: Promete?
Justin: Eu prometo

Ele desceu os olhos para meus lábios e deu um sorriso de lado, fiz o mesmo, ele aproximou seu rosto do meu e selou meus lábios. Ele pediu passando com a língua e cedi, coloquei os braços em volta do seu pescoço, e ele segurou firme minha cintura, nossas língua dançavam lentamente, sem pressa alguma. Eu sentia como se estivesse flutuando, se aquilo fosse um sonho, eu não queria acordar nunca. Nos afastamos pelo falta de ar, sorri. Tudo estava perfeito

Continua com +5 comentários...

Oi meninas. Finalmente o Justin tomou um atitude! Eu ri demais com o comentário "uma vez idiota, sempre idiota!" kkkkk Obrigada por cada comentário. Até o próximo capítulo. Bjos
PS: Deixem a opinião de vocês meninas, o que querem para os próximos capítulos? Digam que eu escrevo

7 comentários:

  1. Mano está muito bom, finalmente ele confessou, continua logo.
    Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Continua queria muito que eles ficassem juntos ❤

    ResponderExcluir
  3. Idiota mesmo hahaha iiiih coitada caiu no papo do Bieber!

    ResponderExcluir
  4. Algo me diz que essa felicidade vai acabar rápido!

    ResponderExcluir
  5. Meu deus continua por favor , quero sabe oque vai acontecer com os dois

    ResponderExcluir

Oi, não deixe de comentar, seu comentário é muito importante, ele faz com que eu continue postando. Se comentar em anônimo não esqueça de deixar seu nome no final, obrigada. Até o próximo capítulo!