10 de outubro de 2016

Love Me Like You Do - 1

"Você é a luz, você é a noite. Você é a cor do meu sangue"

*Liv on

E la estava eu igual uma idiota admirando a beleza extrema de Justin Bieber, o garoto mais gato e popular do colégio, ele era um sonho, um verdadeiro pedaço de mau caminho, e também era tudo o que eu nunca iria ter, afinal, o que ele iria querer com uma nerdzinha?

Mia: Ah não

Me virei assustada, Mia me encarava com cara de tédio

Mia: Não acredito que esta espionando o Justin de novo
Liv: Esta tão na cara assim?
Mia: Você esta escondida atrás de um pilar, encarando de forma assustadora o garoto, então sim, esta bem na cara
Liv: É mais forte que eu. Mais é que ele é tão lindo, olha aquele cabelo, aquele rostinho e o jeito que ele se veste é tão sexy e...
Mia: - Me interrompeu - Acho que eu ja entendi

Suspirei e me encostei no pilar para olha-lo de novo

Liv: Você acha que algum dia ele vai se interessar por mim?
Mia: - Me abraçou de lado - Bem, é como dizem: a esperança é a última que morre

*Justin on

Eu era o cara mais cobiçado do colégio, tem noção de como é complicado manter esse status? Eu tinha basicamente que dormir com as gostosas e ser descolado, bom, pensando assim não parece tão ruim, mais acredite, cansa demais

Chris: Eai Bieber, pegou? - Apontou para um morena que passava -
Justin: Sim
Chaz: E essa? - Apontou para uma ruiva sentada em um banco -
Justin: Também. A pergunta que vocês tem que fazer é: quem eu não peguei?
Iago: Ah moleque, é assim que se fala - Fizemos um toque -

Vi Nikki vindo em nossa direção, ela era a mais gostosa do colégio, não éramos namorados, o que nós tínhamos era como uma amizade colorida. Ela se sentou no meu colo e me beijou

Nikki: Oi gato
Justin: Oi
Nikki: Caíam fora - Disse sem olhar para os garotos -

Ouvi eles bufando e em seguida saíram, Nikki mordeu os lábios e colocou a mão por dentro da minha camisa. Aproximou sua boca de meu ouvido

Nikki: Você nem imagina como estou exitada - Mordeu minha orelha -

Abri um sorriso safado, e ja me levantei a levando para o vestiário masculino, estava vazio nesse horário

*Liv on

Vi Justin segurando a mão de Nikki e andando apressado, e em seguida viraram o corredor

Liv: Você acha que eles vão para onde?
Mia: Provavelmente vão ter uma rapidinha em algum lugar vazio do colégio
Liv: Que horror - Fiz careta -
Mia: Você perguntou e eu só respondi - Deu de ombros -
Liv: Odeio a Nikki
Mia: Todos odeiam, a garota é uma verdadeira vaca
Liv: Justin parece gostar bastante dela
Mia: Justin não gosta de ninguém, aposto que esta com ela apenas pelo sexo
Liv: Talvez ele só não encontrou a garota certa
Mia: Ou talvez ele só seja um babaca que vive para foder com as garotas, literalmente

O sinal bateu e os alunos começaram a seguir em direção a salas de aula. Suspirei, Mia tinha razão, eu estudava com ele desde o jardim de infância e nunca havia visto ele demostrar nenhum sinal de carinho por alguma garota, parecia que ele não se importava com ninguém além dele mesmo

Mia: Vamos?
Liv: Para onde? - Perguntei saindo do transe -
Mia: Para a aula, só sobrou nós duas aqui

Olhei em volta e percebi que o patio estava vazio

Liv; Vamos

Cheguei atrasada na aula de história, percebi que todos estavam em dupla e eu havia ficado sozinha, revirei os olhos por saber que aquilo não era novidade nenhuma para mim. Mia era minha melhor amiga, mais ela não estudava comigo, era 1 ano mais velha

Justin: Da para sair da porta?

Senti meu coração disparar e olhei para trás vendo Justin com a boca borrada de batom pink. Eu devia estar olhando para Justin com a maior cara de tonta, pois ele me olhava como se eu fosse louca, eu estava parada em frente a porta barrando sua entrada.

Liv: Tem... - Apontei para sua boca -
Justin: O que? - Perguntou confuso -
Liv: Espera

De forma automática levei minha mão até sua boca, limpando o batom de seu boca com o dedo, dei um sorriso, mais o desmanchei quando vi seu olhar furioso para mim

Liv: Desculpa, é que tinha batom - Murmurei -
Justin: Nunca mais encoste em mim! - Assenti rapidamente - Agora saia da minha frente

Abri espaço o deixando passar, e senti meu rosto corar quando percebi que a sala toda me olhava chocados com a cena que tinham visto. Fui apressada até meu lugar e me sentei. O professor terminou de escrever no quadro e se virou para a classe

Prof°: Então duplas.. - Olhou para mim - Espera, cade sua dupla Liv?
Liv: Eu cheguei atrasada e acabei ficando sozinha - Disse envergonhada -
Prof°: Sem problemas
Liv: Posso fazer o trabalho sozinha então?
Prof°: Não, você vai fazer com o Justin, pelo o que vejo ele esta sem dupla também

Olhei para trás em sua direção, e vi quando ele cerrou o punho irritado

Liv: Professor, eu realmente prefiro fazer sozinha e...
Prof°: - Me interrompeu - O trabalho é em dupla, faça com o Justin ou ficara com 0, estamos entendidos?
Liv: Estamos
Prof°: Ótimo. Bem, como eu estava dizendo...

Que ótimo, agora sim Justin iria me odiar mais ainda, era óbvio que ele não queria fazer esse trabalho comigo

(...)

Cheguei em casa e meus pais estavam colocando a mesa do almoço. Quando eu digo "pais" é no sentido literal da palavra, pois eu fui adotada por um casal de homossexuais, e para ser sincera eu não tenho a menor vergonha em dizer que tenho pais gays, pois eu os amos e considero nós 3 uma família normal

Liv: O cheiro esta ótimo
Max: Seu pai fez uma lasanha espetacular
Arthur: Querido, não exagera - Colocou a tigela de lasanha na mesa -
Liv: Pelo jeito eu acho que o papai não esta exagerando nenhum pouco
Arthur: Obrigado querida - Alisou meu cabelo - Esta com fome?
Liv: Muita
Arthur: Então vamos comer
Liv: Oba

Todos nós nos servimos e meu pai 1 ficou ansioso nos olhando esperando algum comentário sobre sua lasanha, mordi a fechei os olhos, esta maravilhosa

Liv: Melhor lasanha pai
Max: Esta de parabéns amor
Arthur: Muito obrigado gente, fiz com muito amor - Disse animado -
Max: Como foi seu dia filha?
Liv: Estranho...
Max: Como assim?
Liv: Hoje o professor passou um trabalho, onde teremos que fazer em dupla
Max: E o que tem de estranho nisso?
Liv; Minha dupla é o Justin
Arthur: O menino que você gosta?
Liv: Sim, mais estou começando a achar que ele me odeia
Max: Bobagem, quando ele te conhecer tenho certeza que ele vai se apaixonar perdidamente
Liv: O senhor esta apenas tentando me animar que eu sei
Max: Também. Mais o que estou dizendo é verdade, você confia em mim?
Liv: Claro
Max: Então relaxa porque logo logo ele vai estar caidinho por você
Liv: Tomara pai - Sorri -

Eu acreditava em meu pai, e também acreditava em destino. Eu tinha quase certeza de que o destino estava empurrando Justin para mim, e esse trabalho em dupla era um sinal

Continua com +5 comentários...

Oi meninas. Leitoras estão sumidas do Blog, eu entendo, pois acabei abandonando esse Blog, resolvi postar o 1 capítulo para ver se vocês se animam a comentar e voltar ao Blog kkk Obrigada a todas que comentaram e até o próximo capítulo. Beijos

6 comentários:

  1. Está ótimo Lia, continua logo baybe
    xoxo: Nina.G

    ResponderExcluir
  2. A se eu estivesse no lugar dela quando o Justin falou isso, teria metido um soco! Dois beijos!

    ResponderExcluir
  3. Aí que tudo ���� continua gata ��
    By: liv

    ResponderExcluir

Oi, não deixe de comentar, seu comentário é muito importante, ele faz com que eu continue postando. Se comentar em anônimo não esqueça de deixar seu nome no final, obrigada. Até o próximo capítulo!